Saude

【MENSTRUAÇÃO】Como Fazer a Menstruação Descer no Mesmo Dia

 

 

Como um período menstrual no controle de natalidade difere de um período natural

Cólica Depois da Menstruação pode ser Gravidez. Queremos que você saiba de algo que pode ser um choque: um período durante o controle hormonal da natalidade (contraceptivos orais) não é um período menstrual natural.

Na verdade, não é um período real.

Tomar o controle da natalidade pode fazer com que você acredite que está passando por períodos normais.

Todo o ciclo menstrual pode parecer regular e saudável, a mesma duração de mês para mês, com um período que dura o mesmo número de dias, etc.

Infelizmente, um período durante o controle de natalidade é muito diferente de um período natural.

De uma perspectiva natural, o controle da natalidade não é uma solução eficaz a longo prazo para os desafios / irregularidades do ciclo menstrual ou para a saúde da fertilidade, embora seja comumente usada para regular o ciclo.

 

→ PRINCIPAIS DICAS FINAL DO ARTIGO

 

Quer ver depoimentos e dicas sobre Menstruação

Deixe seu comentário no vídeo abaixo!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

#dietablogbr

 

(VÍDEO) → Menstruação: Sintomas Normais Antes e Depois

 

O que acontece com o corpo no controle de natalidade hormonal?

As pílulas anticoncepcionais eliminam seus sistemas hormonais naturais.

As pílulas anticoncepcionais contêm hormônios estrogênicos e progestogênicos produzidos pelo homem.

Esses hormônios inibem as mudanças e respostas hormonais cíclicas naturais que, de outra forma, ocorreriam durante as fases folicular e lútea do ciclo menstrual.

Embora a pílula não seja 100% eficaz na prevenção da gravidez, ela está muito próxima de 99%.

O controle de natalidade hormonal funciona suprimindo a ovulação normal e tornando o ambiente vaginal menos hospitaleiro ao espermatozoide.

 

Um período enquanto na pílula é um sangramento de retirada…

Quando você interrompe suas pílulas anticoncepcionais no dia 21 (ou como orientado), isso resulta em um sangramento de retirada dependente de hormônio (às vezes chamado de hemorragia invasiva).

Quando você é eliminado dos hormônios sintéticos, os níveis de hormônio do seu corpo diminuem abruptamente, fazendo com que o revestimento do útero se derrame.

Isso pode parecer semelhante a um período normal, mas ocorre sem ovulação natural, resposta hormonal normal ou chance de concepção.

 

Dissipar o mito: a pílula não regula o seu período

Como educadores de saúde naturais, descobrimos que usar pílulas anticoncepcionais “a pílula” para “regular o ciclo” é contra intuitivo. Não há nada natural sobre o seu ciclo menstrual no controle da natalidade.

Quando usados ​​corretamente, os contraceptivos orais suprimem completamente o seu ciclo natural.

É assim que eles são projetados para evitar a gravidez.

Ainda assim, embora a pílula não “regule” o período, existem algumas maneiras pelas quais a pílula pode ajudar temporariamente alguns problemas menstruais:

– As pílulas anticoncepcionais que contêm estrogênio sintético e progesterona podem engrossar o revestimento uterino. Isso pode ajudar algumas mulheres a recuperar temporariamente um período ausente quando a pílula for descontinuada.

– Para mulheres com SOP (Síndrome do ovário policístico) que não têm um ciclo regular, tomar a pílula pode ter alguns benefícios na prevenção da hiperplasia endometrial (revestimento uterino espessado), pois pode estimular uma hemorragia de retirada todos os meses.

– Pílulas anticoncepcionais podem ajudar a controlar a produção excessiva de hormônios envolvidos na endometriose ou ciclos extremamente pesados. No entanto, uma vez descontinuados, os benefícios (se funcionou) são temporários.

 

Qual é o truque? Desvantagens de usar pílulas anticoncepcionais

Usando a pílula anticoncepcional não resolve o desequilíbrio subjacente responsável por uma preocupação do ciclo menstrual.

Se a causa subjacente (como SOP, endometriose ou anovulação) não for abordada, o problema provavelmente voltará a ocorrer novamente quando a pílula for interrompida.

Além disso, a pílula pode causar efeitos colaterais. Algumas mulheres têm hemorragias de privação intensas ou manchas no meio do ciclo da pílula.

Outros têm alterações de humor, baixa libido, secura vaginal ou sensibilidade mamária.

O uso prolongado de anticoncepcionais orais pode aumentar o risco de cânceres induzidos por hormônios, como câncer de mama ou coágulos sanguíneos perigosos, especialmente em fumantes.

Quando uma mulher se aproxima da perimenopausa, o controle hormonal da natalidade pode levar a um duplo impacto dos sintomas.

Em seus 40 anos, as mulheres experimentam naturalmente mudanças hormonais e ciclos anovulatórios.

Enquanto tomar a pílula pode controlar os sintomas para algumas mulheres, para outras, pode piorá-las ou levar a um padrão de sangramento ainda mais irregular.

Também é impossível saber onde você está em sua transição para a menopausa enquanto ainda está tomando a pílula.

 

Pesar os prós e contras da pílula

Aproveite o tempo para fazer sua própria pesquisa para determinar se os benefícios da pílula superam as desvantagens para sua situação pessoal.

Em nossa opinião, tomar a pílula para fins de fertilidade ou regular o ciclo é geralmente contraproducente.

Uma abordagem melhor é tentar terapias naturais com mudanças na dieta e no estilo de vida que abordem a causa de um problema de fertilidade ou do ciclo menstrual.

Verdadeiramente, o controle de natalidade hormonal é melhor usado para a prevenção da gravidez.

Mesmo assim, um método natural de planejamento familiar (como o Fertility Awareness Method) pode ser considerado para poupar o corpo dos efeitos colaterais dos hormônios e dos riscos à saúde.

ATUALIZADO: 18.04.18

No Comments

Leave a Reply